Faça você mesmo um Jardim Vertical

Se tem uma parede que não esteja a ser utilizada ou se tem um gradeamento que precisa de ser melhorada para ter uma maior privacidade dentro da sua vivenda, esta pode ser uma solução para melhor o aspecto da sua área de lazer ao ar livre. Os jardins verticais são uma excelente alternativa para as pessoas que não tem espaço horizontal ou que querem esconder a humidade de uma parede tão normal nos nossos bairros devido à humidade sentida no nosso País.

Um jardim vertical pode estar restringido a uma varanda de um apartamento ou a um quintal pequeno. Com um jardim vertical você vai ganhar imenso espaço pois está a passar todo os metros quadrados para uma zona que nunca vai pisar, a não ser que se torne o Homem-Aranha.

Os jardins verticais utilizam uma enorme variedade de ervas aromáticas, flores, vegetais e plantas trepadeiras num ambiente estruturado e compactado. Existem no mercado uma grande quantidade de plantas que se adaptam perfeitamente a este tipo de ambientes, quanto aos vasos pode comprar em qualquer loja de Bricolagem na sua área de residência, muitas pessoas usam velharias que têm na garagem para produzir estes vasos ou recipientes, puxe pela imaginação e vai ver que se vai surpreender. Lembre-se que o elemento chave de qualquer ato de jardinagem é sempre a boa qualidade do envasamento e os produtos de plantio que permitam uma boa drenagem.

Não vai precisar de gastar muito para conseguir ter um jardim vertical bonito e de sucesso que vão deixar os seus amigos deleitados com o resultado. Pode sempre utilizar materiais gratuitos ou baratos, muitos podem ser desperdícios de produtos antigos ou mesmo recipientes de produtos do quotidiano. O segredo está em encobrir esse material com as plantas certas, para que o material fique invisível.

Uma dica é usar garrafas ou garrafões de vidro como por exemplos os que usamos para guardar o sal ou açúcar facilmente encontrados nas lojas IKEA ou supermercado perto de si.

Outra possibilidade é de utilizar garrafas de refrigerante de dois litros cortadas ao meio, vire-as ao contrário, em seguida prenda as à estrutura de madeira e coloque a abertura da garrafa  de forma a que a água circule para a garrafa imediatamente abaixo. Por fim certifique-se que cria uma espécie de circuito em que a garrafa final será ligada a um fundo, ou calha que conterá o fluxo de excedente de água. Pode preencher, ou esconder esta calha com pedras, por forma a embelezar o chão do seu jardim vertical.

Poderá também utilizar o mesmo fundamento, mas utilizando um sistema de rega automáticas de maneira que a água seja injetada nas camadas superiores.

Quanto à seleção das plantas sugerimos as plantas  arbustivas e trepadeiras como morangos pois escondem muito bem a estrutura e criam um belo efeito de “muro verde”. Para outras sugestões aconselhamos a falar com um jardineiro especializado na sua área de residência, convide-o para ver a sua ideia e dar-lhe algumas dicas, visite também a florista próxima da sua casa, certamente lhe irá dar algumas dicas interessantes.

Além dos Jardins verticais também pode pensar em criar uma horta vertical, o processo é semelhante, em último caso pode usufruir dos alimentos produzidos para a sua própria alimentação e consumo. As hortas verticais fornecem alimentos que aumentam a biodiversidade e proporcionam mais pontos para as abelhas e os insetos poderem parar e polinizar.

Quanto viradas para o exterior, estes Jardins e Hortas verticais produzem belos e raros espaços verdes urbanos que oferecem efeitos positivos a quem os deslumbra, efeitos que são comprovados cientificamente e que atingem pontos fulcrais como nosso bem-estar mental e a felicidade generalizada, sendo ainda que auxiliam na redução da poluição e oferecem oferecem oportunidades de aprendizagem, para crianças e adultos.

 

Sem comentários

Deixe uma resposta